facebook
tweeter
login adm
21/04/2017 - 04:34 H Assunto: O Palmeiras divulgou balanço auditado de 2016
 
E, para desespero de alguns q insistem em dizer q o clube vive às custas de seu patrocinador, os números apontam para uma realidade bem diferente.Claro q os direitos de transmissão seguem como a maior fonte de receita no último ano: R$ 128,2 milhões. Enquanto os outros times sofrem para atrair torcedores a 10,00 o Allianz segue cheio a cada rodada e a bilheteria rendeu R$ 69,3 milhões. O Avanti, maior programa de sócio-torcedor do País, trouxe R$ 34,5 milhões aos cofres do clube.A venda de Gabriel Jesus (e outros atletas) rendeu R$ 51,3 milhões. Os títulos nos deram R$ 17,8 milhões em premiações. E ainda rolou mais R$ 1,7 milhão com a fracassada Timemania e quase R$ 17 milhões com outras receitas.Os patrocinadores desembolsaram R$ 90,6 milhões. Um valor excelente num País quebrado, onde os clubes vive às custas de um banco público (vergonha!), mas longe de ser mecenato como pintam por aí. O Palmeiras hoje tem várias fontes de renda.ex 100 milhões da EI não entraram no balanço.
 
Corneteiro: pagaram o itaquebradão?            ip: XXX.6.18.200