facebook
tweeter
login adm
29/08/2019 - 16:08 H Assunto: DIREITA NO PODER
 
Nesta quinta-feira, o ministro da Fazenda da Argentina, Hernán Lacunza, anunciou que o governo de Maurício Macri solicitou ao Fundo Monetário Internacional (FMI) um prazo maior para o pagamento da dívida do país. A Argentina deve, atualmente, 57 bilhões de dólares ao Fundo. Macri, o adepto do neolibelismo, deixará uma herança maldita para os argentinos. Suas políticas causaram uma crise social que mata os trabalhadores de frio e empurrou metade das crianças à miséria. O FMI não confirmou se irá aceitar o pedido do governo Macri. Ainda assim, o ministro Lacunza insiste: não se trata de um "calote", uma "redução da dívida", ou sequer uma "moratória".
 
Corneteiro: Folh@BocaMiVida            ip: XXX..198.26